A importância do sono

Hoje vou falar um pouquinho sobre um assunto muito interessante e essencial na nossa vida: o sono!

Antigamente, eu  precisava de 9 horas de sono por noite para funcionar bem. Ha-ha-ha. Bobinha. Hoje eu acho isso muito engraçado pois, com duas crianças pequenas, o máximo que tenho conseguido dormir são 6 horas por noite. Digo, 6 horas quando é uma noite ‘calma’ aqui em casa. Porque quando um tem febre, outro tem cólica, as 6 horas viram 5, interrompidas de hora em hora. Mas o mais surpreendente disso tudo, nosso organismo se adapta. Claro, estou constantemente mais cansada do que quando dormia minhas 9 horas de princesa, minha memória está pior que a de uma minhoca e tenho olheiras dignas de um panda, mas não morri por isso.

sleep

Com certeza, uma boa noite de sono ajuda a melhorar a memória. Isto acontece porque durante o sono, nossa mente trabalha ‘praticando’ as coisas que aprendemos enquanto acordados, e a memória é então fortalecida, num processo chamado de consolidação. Também aprendemos melhor quando temos boas noites de sono. Por isso, virar a noite estudando antes de um teste pode gerar o efeito contrário ao desejado, causando esquecimento da matéria estudada, ou o famoso ‘deu branco’.

Dormir o suficiente também ajuda a manter um peso saudável, vocês sabiam? Pesquisadores da Universidade de Chicago descobriram que pessoas que fizeram dieta e descansaram bem durante, sentiram menos fome e perderam mais gordura do que aqueles que dormiram pouco. Os que dormiram pouco, perderam mais massa muscular proporcionalmente. Ou seja, a quantidade de peso perdida pelos dois grupos foi praticamente a mesma, porém, enquanto uns perderam gordura, outros perderam massa magra. Interessante, não? Isto ocorre também porque o sono e o metabolismo são controlados pelo mesmo setor do cérebro, ou seja, quando estamos com sono atrasado, desencadeamos hormônios que aumentam nosso apetite.

Também é muito importante que as crianças durmam bem. Um estudo de 2009 publicado na revista Pediatrics descobriu que crianças de 7 e 8 anos que tinham menos de 8 horas de sono por noite tinham mais tendência a serem hiperativos, impulsivos e desatentos. Muito interessante, as crianças não reagem à falta de sono da mesma maneira que os adultos: enquanto os adultos ficam cansados, as crianças ficam hiperativas. Um estudo publicado pela revista Sleep em 2010 mostra que crianças entre 10 e 16 anos que não dormiam bem devido à problemas de respiração (ronco, apnéia, etc), tinham mais tendência à apresentar problemas com atenção e aprendizado, o que poderia levar à graves consequências na vida escolar da criança, como baixo rendimento e notas. Portanto, o sono infantil é muito importante.

sleepwell

De acordo com especialistas, o stress é a causa número um de dificuldades no sono. Normalmente, o problema de sono vai embora assim que o stress passa. Porém, se problemas no sono não forem tratados no início,  podem persistir e se tornar crônicos.

O site inglês Sleep Council é bem interessante e fala bastante sobre o assunto. Ele inclusive nos apresenta algumas dicas para dormirmos melhor, aqui vão algumas delas:

– Mantenha horas regulares, tente ir para a cama sempre na mesma hora. Com isso, você sinaliza e programa seu corpo para dormir melhor.

– Crie um ambiente propício para o sono: pouca luz, sem ruídos, nem muito frio, nem muito quente.

– Invista numa cama e, principalmente, num colchão de qualidade. Uma cama confortável ajuda no sono profundo. E, visto que passamos aproximadamente 1/3 da nossa vida dormindo ou na cama, com certeza é um investimento que vale a pena!

– Se exercite durante o dia. Exercícios leves e regulares como natação ou caminhada podem ajudar a aliviar o stress e proporcionam um sono melhor. Mas os exercícios não devem ser feitos muito perto da hora de dormir, para evitar o efeito contrário!

– Corte estimulantes, como a cafeína do chá e do café. A cafeína pode dificultar o adormecimento, e também não nos deixa chegar ao estágio de sono profundo, o famoso sono leve. Ao invés, tome um leite quente ou chá de ervas antes de se deitar.

– Não exagere na comida e na bebida, especialmente à noite, pois isso pode influenciar o padrão do sono e fazer você acordar mais vezes durante a noite. O álcool pode até ajudar a adormecer, mas depois pode causar interrupção do sono no meio da noite.

– Não fume. Fumantes demoram mais para pegar no sono, acordam com mais frequência e tem o sono mais agitado.

– Tente relaxar antes de ir para a cama. Tome um banho quente, ouça música, faça exercícios de relaxamento. Tente relaxar seu corpo e sua mente.

– Faça uma lista de problemas e atribuições para serem resolvidos no dia seguinte. Isto ajuda a tirá-los da sua mente na hora de dormir.

– Se não conseguir dormir, não fique rolando na cama. Levante-se, faça alguma coisa relaxante até ficar com sono, e só depois volte para a cama.

Pessoal, espero que as dicas acima sejam úteis! Com certeza o sono é uma parte muito importante para alcançarmos qualidade de vida e nos sentirmos bem. Que tal começar a aplicar algumas das dicas acima hoje mesmo?

Gostou do post, tem sugestões, dicas? Comente, compartilhe!

Fontes:

http://www.apa.org/topics/sleep/why.aspx

http://www.health.com/health/gallery/0,,20459221,00.html

http://www.sleepcouncil.org.uk/how-to-sleep/sleep-tips/